Brasília será classificada como “cidade inteligente”

No momento você está vendo Brasília será classificada como “cidade inteligente”

Em parceria com ações sustentáveis, as políticas públicas eficientes colaboram com a preservação do meio ambiente e esses são fatores fundamentais que fizeram com que Brasília consiga ser, em breve, a primeira unidade da Federação classificada como “cidade inteligente”.

A busca da capital brasileira pelo ISO 37120 é um dos temas do I Fórum Nacional para Certificação de Cidades Inteligentes. O evento foi aberto na manhã desta quinta-feira (28) por sete secretários do GDF, além de presidentes de empresas públicas locais.

“O governo trabalha não apenas para termos tecnologia, mas para que a tecnologia e conhecimento cheguem a todos”, lembrou o chefe da Casa Civil, Valdetário Monteiro, que representou o governador Ibaneis Rocha no fórum.

Brasília elabora, de acordo com a Subsecretaria de Inovação da Casa Civil, o processo de certificação ISO 37120. São mais de 100 requisitos, responsáveis por nivelar conhecimento e premissas para que a cidade seja considerada sustentável, resiliente, humana e inteligente.

Destaque nacional

Em todo o mundo, apenas 111 cidades possuem a certificação. Na América do Sul, só Bogotá, capital da Colômbia, e Buenos Aires, na Argentina, são classificadas como cidades inteligentes.

Para que Brasília conquiste o título, algumas ações de governo ganharam destaque. Entre elas, a integração digital do sistema de saúde, câmeras de segurança, o programa Wi-Fi Social e o projeto-piloto de carros elétricos compartilhados. “Para essa conquista, integramos os sistemas de iluminação pública, segurança, saneamento básico e mobilidade urbana”, destacou o secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo.

Serviços

Segundo ele, o governo quer ir além e vai criar um ambiente controlado para testar e atestar todas as políticas voltadas a serviços tecnológicos e digitais. “Vamos construir um plano diretor para tornar não só o Plano Piloto, mas todas as regiões administrativas em cidades eficientes e inteligentes”, afirmou.

O secretário de Governo, José Humberto Pires, destacou que o foco não é apenas a tecnologia. “O governo está pensando além disso. A ideia do governador Ibaneis é conectar todos os serviços para atender o cidadão com rapidez e qualidade. Porque tudo será construído para privilegiar a população. Isto é o mais importante”, concluiu.

Com informações da Agência Brasília

Deixe um comentário