Concurso de fotografia sobre Cerrado e ancestralidade está com inscrições abertas em Planaltina

No momento você está vendo Concurso de fotografia sobre Cerrado e ancestralidade está com inscrições abertas em Planaltina
Crédito das fotos: Léo Caldas/divulgação

Fotógrafos profissionais e amadores de todo o Distrito Federal e região do Entorno podem se inscrever até o dia 10 deste mês no Concurso de Fotografia do Festival Cerratense. O concurso vai premiar os três primeiros colocados, com R$ 2.500 para a 1ª colocação, R$ 1.500 para a 2ª e R$ 1.000 para quem ficar em terceiro lugar. Além disso, os trabalhos selecionados farão parte de uma exposição que ficará aberta por 8 dias na Igrejinha de São Sebastião, a mais antiga do DF, construída há 200 anos.

Esta é a segunda edição do concurso e tem como tema Cerrado, Ancestralidade e Território. O vencedor em primeiro lugar do ano passado foi o fotógrafo Léo Caldas, que fez registros dos céus do DF. Uma das fotos mostra a Lua cheia sobre o Moro da Capelinha. As fotos, nestas temáticas, que podem envolver registro da natureza, plantas do Cerrado, animais, insetos, monumentos históricos, o céu de Brasília e Entorno, entre outros elementos, podem ser feitas por máquinas profissionais ou amadoras, inclusive celular. As inscrições são gratuitas. As imagens podem ter diversos ângulos, a depender da criatividade do autor. Planaltina é a cidade mais antiga do Distrito Federal, com os primeiros vilarejos sendo criados no século XVIII.

Crédito das fotos: Léo Caldas/divulgação

O Festival Cerratense – 2ª Edição foi criado por artistas e produtores de Planaltina/DF, organizados e atuantes no Instituto Cerratense e no Coletivo Nativo, em parceria com o Instituto Entre Nós, que abraçou a realização do projeto. O projeto conta com fomento da Secretaria de Turismo do Distrito Federal.

O Instituto Cultural e Social Cerratense foi criado em dezembro de 2022 e surgiu a partir da I Edição do Festival Cerratense e tem como missão de “contribuir para a geração de impactos positivos no DF e no Brasil, sobretudo nas periferias, por meio de ações orientadas para a preservação, o fortalecimento e a democratização da memória, da cultura e dos conhecimentos da gente e do ecossistema cerrado, empoderando e valorizando os agentes locais e promovendo ações culturais, sociais, educativas e científicas que fortaleçam a equidade, a diversidade, a acessibilidade, o desenvolvimento sustentável e o bem estar social neste território e no Brasil.”

O Coletivo Nativo foi fundado em outubro de 2018, sendo formado por artistas e produtores de Planaltina/DF e com o objetivo de impulsionar a cultura local e promover a cidadania cultural por meio da valorização dos artistas e das produções locais. O resultado do concurso de fotografia será divulgado no dia 17 de novembro e no dia 30 do mesmo mês o festival será iniciado, com a abertura da exposição e das demais atividades. Estudantes da rede pública de ensino serão levados para ver a exposição. Os trabalhos seguem para visitação até 8 de dezembro.

Na abertura da exposição, no dia 30 de novembro, quinta-feira, a partir das 18h, ocorre a entrega das premiação do Concurso de fotografia, além de apresentações de DJ Nilma e DJ Sapo. A abertura vai acontecer no Pé-Vermelho – Espaço Contemporâneo e na Igrejinha São Sebastião.

Serviço:

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

26/10 a 10/11 – Inscrições para o concurso de fotografia.
17/ 11 – Divulgação do resultado do concurso de fotografia.
30/11 – Abertura da exposição e Premiação dos vencedores.
30/11 a 08/12 – Exposição aberta para visitação na Igrejinha São Sebastião

Inscrições: https://bit.ly/festcerratense
Saiba mais no Instagram: @festivalcerratense

Visitas abertas de 01 a 08 de dezembro
9h – 12h / 14h às 18h: Exposição de Arte Contemporânea no Ateliê Pé Vermelho.
9h – 12h / 14h às 18h: Exposição de Fotografias na Igrejinha São Sebastião.
Visitas escolares guiadas com arte-educadores.

Deixe um comentário