DNA brasiliense: conheça projeto de hotelaria de luxo na Chapada dos Veadeiros

No momento você está vendo DNA brasiliense: conheça projeto de hotelaria de luxo na Chapada dos Veadeiros
Saiba mais sobre o empreendimento que terá chalés de luxo em meio à natureza, sob comando de empresários da capital. (Foto: Luara Baggi)

A cada dia que passa a Chapada dos Veadeiros, localizada em Alto Paraíso (GO) chama a atenção não apenas dos visitantes, mas também de empresários de Brasília que pretendem investir na região. Com isso, muitas pousadas e restaurantes na Chapada são comandadas por brasilienses.

Agora, os amigos e empresários Pedro Caetano, Hugo Andrade e José Hector decidiram ser mais do que amantes das belezas naturais da Chapada. O trio – conhecido na capital pela atuação no ramo de eventos – idealizou o Boa Vista Ecolodge, uma pousada ecológica no coração da região.

“Queremos revolucionar o mercado imobiliário de luxo unido ao turismo para pessoas que buscam hospedagens de alto padrão em meio à natureza”, explica Caetano.

(Foto: Luara Baggi)

As obras do empreendimento já começaram e têm previsão de lançamento no primeiro semestre de 2022. Serão chalés de luxo imersos na natureza para atrair turistas de todo o Brasil.

“Somos amigos de longa data e estamos juntos em outros negócios. Somos visitantes frequentes da região há anos e recentemente, nosso olhar mudou: decidimos empreender, após um de nossos sócios, o Cubano, nos trazer a possibilidade de investir por lá. A partir daí, iniciamos uma pesquisa de mercado até chegarmos nesse modelo imobiliário de luxo e clube de hospedagens. Queremos ser colaboradores do crescimento não só econômico, mas na qualidade de vida dos moradores da região e dos turistas que procuram a Chapada”, antecipa Pedro Caetano.

Inicialmente, dez cotas do empreendimento serão vendidas e, posteriormente, gerenciadas pelo grupo, com valores a partir de R$ 500 mil. Inspirado em grandes projetos paradisíacos imersos à natureza, em países como a África, Maldivas e Bali, o luxuoso empreendimento tem a arquitetura assinada pelo Studio Mind, sob responsabilidade dos arquitetos brasilienses Rosa Pereira e Orestes Blanco. 

“A concepção arquitetônica do Boa Vista Ecolodge se pauta em criar uma experiência prazerosa de lazer, descanso e privacidade para os clientes que o escolherem, a partir do uso inovador da arquitetura e design de espaços confortáveis e motivadores, de modo que proporcionem sofisticação, simplicidade e integração”, explicam os arquitetos.

Banhado pelo Rio dos Couros e próximo ao Vale Dourado, o empreendimento homenageia a paisagem que os contempla, a Serra da Boa Vista, e a construção seguirá um padrão sustentável, para interferir o mínimo possível na vegetação local.

“Os chalés são implantados em elevação em relação ao nível do solo, por estrutura metálica que sustenta o deck de madeira que se desenvolve externamente aos chalés, buscando assim interferir o mínimo possível no solo natural do terreno, bem como na vegetação típica do cerrado predominante na área”, explicam os arquitetos Rosa Pereira e Orestes Blanco. 

Serão 12 chalés de alto padrão em dois diferentes modelos, um de 68m² e outro com 133m², ambos com estruturas de vidro e de madeiras de reflorestamento, piscina privativa, acabamentos em mármore e porcelanato, com móveis assinados por artesãos renomados, além de uma grande área comum com bar e restaurante da alta coquetelaria e gastronomia respectivamente, um mirante de 15 m² e heliponto. 

Com informações GPS | Lifetime

Deixe um comentário