Especialistas discutem sustentabilidade em seminário

No momento você está vendo Especialistas discutem sustentabilidade em seminário

 

De acordo com estudo mencionado pelo diretor do Lixo Zero, Kadmo Côrtes, se até 2050 continuarmos vivendo no padrão em que estamos, de extração, utilização e descarte, sem dar o encaminhamento adequando aos resíduos, teremos, nos mares, um quilo de plástico para cada quilo de peixe.  “Hoje nós estamos gastando fábulas de recursos com os resíduos, que poderiam estar direcionados para educação e saúde, por exemplo”, aponta.

Cortês foi um dos convidados do Seminário de Sustentabilidade, realizado pela Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasília) na última quinta-feira, 23/5. O evento teve como objetivo apresentar cases de sucesso, compartilhar boas práticas, além de discutir o que é sustentabilidade corporativa, apresentando as diversas certificações existentes no mercado. Também participaram Mariana Vieira, coordenadora de sustentabilidade da C&A, marca vencedora do Prêmio ECO Amcham 2019 e Andrés Gianni, editor chefe do portal Eco Brasília, encarregado de mediar o debate.

O diretor ressaltou a importância da reciclagem para a economia do país. “Hoje nós reciclamos 3% de todo o material que geramos, o que rende para o país 12 bilhões em negócios. A frente parlamentar que trabalha pelo fortalecimento da reciclagem no Brasil estabeleceu desafio no qual até 2022 já estaremos fazendo a reciclagem de 10% de todo o resíduo que geramos, e com isso teremos 40 bilhões de reais injetados todos os anos na economia”

Outro ponto de destaque abordado por Cortês, foram as oportunidades de negócios e empreendedorismo que abrangem a temática dos resíduos. Na visão dele, elas vão muito além do trabalho de reciclagem e envolvem desde o processo de pesquisa e produção até o uso da tecnologia para o monitoramento e criação de alternativas.

 

Case de Sucesso

A coordenadora de sustentabilidade da C&A, Mariana Vieira, apresentou as ações encabeçadas pela rede que estão trazendo retornos positivos. A C&A tem uma estratégia global de sustentabilidade, estruturada em três pilares de atuação: Produtos Sustentáveis; Rede de Fornecimento Sustentável e Vidas Sustentáveis. Em cada um dos pilares, a empresa tem metas que começaram em 2015 e será concluídas em 2020. Dentre elas, o uso de algodão mais sustentável em 100% dos produtos; a implementação do Movimento ReCiclo, uma iniciativa para a coleta de roupas usadas nas lojas; o monitoramento da rede de fornecimento da empresa, bem como a implementação do movimento #VistaAMudança, que tem como objetivo convidar os clientes a fazerem parte dessa jornada em prol de uma moda com impacto positivo.

 

Camiseta desenhada para ser reciclada

Segundo a coordenadora, a rede de lojas oferece um tipo de produto que foi desenhado para ser reciclado: “Essa é a grande mensagem do produto”, afirma. Trata-se de uma camiseta básica, produzida com algodão mais sustentável, de forma socialmente responsável e respeitando a natureza, e que possui o mesmo valor de outra convencional. “O grande diferencial da camiseta é que ao final da vida útil dela, quando você não quiser mais, pode colocá-la em uma composteira, e em 12 semanas ela pode virar adubo”, finaliza Mariana.