GWM Brasil inaugura escritório em Brasília

No momento você está vendo GWM Brasil inaugura escritório em Brasília
Divulgação

 A GWM Brasil acaba de inaugurar a sede do seu escritório em Brasília, DF, localizado no Setor Comercial Norte, Asa Norte, bem próximo da Esplanada dos Ministérios e do Congresso Nacional. O novo escritório da autotech conta com auditório, espaço lounge, impressora 3D e aplicativo para agendamento de reuniões no local. E, a curto prazo, será instalado um ponto de recarga para veículos elétricos no prédio para condôminos e visitantes.

“Sempre mantivemos um bom e próximo relacionamento com o governo e entidades do setor. Desde abril do ano passado, contamos com Gustavo Maranhão, gerente de Relações Governamentais, atuando localmente. Agora, estamos ampliando ainda mais a nossa presença, com a inauguração deste escritório. Conforme a empresa cresce no Brasil, cresce também a nossa presença no mercado e na sociedade brasileira”, enfatiza Ricardo Bastos, diretor de Assuntos Institucionais da GWM Brasil. 

Além de promover a imagem institucional da empresa, o novo escritório contribui para transformar a GWM em referência no setor automotivo, ajudando a elaborar políticas públicas que vão estimular a eletrificação e a descarbonização do setor, reforçando ainda mais o compromisso da empresa com o Brasil. “Estando mais próximos, vamos ampliar os nossos canais de comunicação com os órgãos governamentais e posicionar a empresa de forma estratégica junto aos Poderes Executivo e Legislativo”, completa Bastos.

Sobre a GWMMaior empresa automotiva chinesa de capital 100% privado, a GWM é a quarta maior fabricante mundial de picapes médias, segmento que ela lidera na China há 24 anos, onde tem uma participação acima de 50%. A empresa tem uma atuação global que envolve mais de 60 países, 70 mil funcionários e oito centros de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) ao redor do mundo. Posicionada como uma companhia global, inteligente e tecnológica, a GWM investirá, até 2032, mais de R$ 10 bilhões na sua operação no Brasil, com veículos eletrificados e conectados.

Deixe um comentário