Pesquisa investiga o impacto da pandemia na rotina do brasiliense

No momento você está vendo Pesquisa investiga o impacto da pandemia na rotina do brasiliense
A ‘Pesquisa de hábitos de circulação dos moradores do Distrito Federal’ ocorre desde o dia 14 de abril e está prevista para terminar em maio. (Imagem: Freepik)

Que a pandemia afetou a vida de toda a população brasileira, nós já sabemos. Porém, agora, a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e a Secretaria de Economia querem saber como a pandemia impactou a rotina dos brasilienses. Por meio de uma pesquisa, eles pretendem identificar os hábitos da população do DF e a influência que a pandemia teve sobre o dia-a-dia dessas pessoas.

Realizado apenas com pessoas acima de 18 anos, o estudo pretende usar as respostas para otimizar políticas públicas na gestão deste período complicado que estamos enfrentando. 

“É uma pesquisa que tem como objetivo identificar a circulação de pessoas a partir da frequência de suas visitas a locais específicos, e que possibilitará perceber como a pandemia impactou na rotina dos moradores do DF. Todos os dados coletados por este tipo de pesquisa são importantes, pois podem contribuir para a tomada de decisão pelos gestores públicos”, explica o secretário de Economia, André Clemente.

A pesquisa é feita por ligação telefônica e tem o objetivo de identificar o fluxo dos brasilienses em locais de grande circulação, como supermercados, igrejas e templos religiosos, bancos, shoppings e academias, por exemplo.

Clarissa Schlabitz, diretora de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan, revela que

“A ideia é entender como os moradores do DF circulam por localidades distintas. Além disso, por meio dessa pesquisa vamos conseguir identificar como a pandemia impactou os hábitos da nossa população”.

*Com informações Codeplan e GPS | Lifetime

Deixe um comentário