Tratamento de sementes: etapa essencial de proteção para a próxima safra de trigo

No momento você está vendo Tratamento de sementes: etapa essencial de proteção para a próxima safra de trigo
Divulgação

Na iminência de uma nova safra de trigo, produtores rurais enfrentam desafios complexos, especialmente relacionados à qualidade das sementes. Após uma temporada marcada por adversidades recorrentes das condições climáticas, com excesso de chuvas e a consequente proliferação de doenças, a atenção dos agricultores se volta para a qualidade das sementes e com doenças como o Fusarium, que pode estar presente tanto na semente quando no solo.

O engenheiro agrônomo e gerente de Marketing Regional da IHARA, João Tomás, explica que o excesso de chuva na safra anterior resultou em uma alta incidência do fungo, gerando preocupação entre as cooperativas e distribuidores sobre a qualidade das sementes para a próxima temporada de plantio.

“Recentemente, em conversa com a Biotrigo, especialistas da entidade comentaram que a cada 10 amostras que recebem de trigo, nove estão contaminados com essa doença. O controle do Fusarium no tratamento de sementes tem sido uma grande preocupação e, para que o agricultor tenha sucesso na lavoura, é necessário usar produtos de qualidade, com amplo espectro de ação e que controlem muito bem essa doença. Garantir a sanidade das sementes é crucial para que germinem e expressem seu potencial produtivo na safra do grão”, reforça Tomás.

Diante desse cenário, a IHARA, empresa de pesquisa e desenvolvimento em defensivos agrícolas, surge como uma aliada do campo, oferecendo uma solução eficaz para prevenir e controlar o desenvolvimento do Fusarium desde as fases iniciais da cultura. “A tecnologia Certeza N é um tratamento de sementes, com ação fungicida e nematicida que controla as doenças de solo e nematoides de uma só vez, proporcionando tranquilidade aos produtores.”, frisa o consultor de Desenvolvimento de Mercado e Produtos, Rudimar Spannemberg.

O tratamento de sementes emerge como uma prática indispensável para garantir uma partida sólida no estabelecimento da cultura. No entanto, é importante que o agricultor adote soluções de qualidade, eficientes e sustentáveis, seguindo as recomendações adequadas para garantir a efetividade do tratamento.

Gestão eficiente para ter mais produtividade e rentabilidade

Segundo o gerente de Marketing Regional da IHARA, além da preocupação com as doenças, também é importante que os agricultores se concentrem na eficiência de seus investimentos, priorizando a produtividade e a rentabilidade do seu negócio. “Produzir mais trigo está diretamente atrelado ao controle das plantas daninhas resistentes. Nesse sentido, o uso de herbicidas pré-emergentes torna-se essencial para impulsionar o desenvolvimento dessa cultura”, explica Tomás.

O herbicida Yamato SC, lançado pela IHARA, destaca-se pela alta seletividade e longo residual, sem prejudicar o cultivo, garantindo proteção duradoura. “Essa tecnologia tornou-se referência no controle de plantas daninhas resistentes, especialmente o Azevém – espécie entre todas as mais existentes no Brasil capaz de reduzir drasticamente o rendimento de grãos e considerada um dos maiores desafios em termos de controle por comprometer a produtividade da lavoura desde a fase inicial”, explica Spannemberg.

Por fim, a adoção de tecnologias e práticas agrícolas sustentáveis representa o caminho para o desenvolvimento do cultivo de trigo. “O agricultor para maximizar a produtividade e rentabilidade precisa ter excelentes ferramentas e a IHARA, além de oferecer tratamento de sementes e herbicidas, também possui inseticidas importantes para controlar os Percevejos e Pulgões, outros importantes detratores da cultura que devem ser bem manejados”, finaliza Tomás.

LEITORES ESTRATÉGICOS
Participem do canal STG NEWS – o portal de notícias sobre estratégia, negócios e carreira da Região Centro-Oeste: https://x.gd/O20wi

Deixe um comentário