Unimed investe R$ 1,5 bilhão para ampliação de serviços

No momento você está vendo Unimed investe R$ 1,5 bilhão para ampliação de serviços
Sistema de cooperativas médicas completa 50 anos de presença nacional e consolida a liderança do mercado de planos de saúde, com 18,3 milhões de beneficiários. (Reprodução/ BILENGE)

O Sistema Unimed entregará ao país seu décimo quarto hospital. As novas unidades somam mais de 1,1 mil leitos e representam investimentos estruturantes de R$ 1,5 bilhão em capacidade assistencial. A partir desta segunda-feira (18/10), a capital pernambucana passa a contar com um novo hospital de alta complexidade. Com 200 leitos, dos quais 20 destinados a terapia intensiva, e equipado para cirurgia robótica, o serviço integra o Complexo Hospitalar Unimed Recife, na Ilha do Leite.

As cooperativas médicas já mobilizam quase 2,5 mil hospitais credenciados em todo o país e injetam mais de R$ 56 bilhões por ano no sistema de saúde. A rede própria, formada por 152 hospitais e hospitais-dia, além de clínicas, unidades de urgência e centros de diagnóstico, complementa os serviços de forma estratégica. Até 2023, outros quatro hospitais Unimed devem entrar em operação, incluindo em cidades-polo como Londrina, no Paraná, e Contagem, na Grande Belo Horizonte.

“São investimentos relevantes para o setor de saúde brasileiro, que estão sendo feitos pelos nossos médicos cooperados”, ressalta Omar Abujamra Junior, presidente da Unimed do Brasil, confederação que representa o sistema.

A estratégia também contribui para consolidar a liderança das cooperativas na saúde suplementar. O Sistema Unimed atende a 18,3 milhões de beneficiários, ou 38% do mercado de planos de saúde – participação que se ampliou em meio à pandemia. Desde junho de 2020, quando o setor retomou o crescimento após cinco anos entre retração e estabilidade, a carteira das Unimeds cresceu 3,8%, atraindo 680 mil novos clientes.

Unimed Recife inaugura seu novo Complexo Hospitalar na Ilha do Leite, equipado com 200 leitos, estrutura para cirurgias robóticas e transplantes de medula óssea
Unimed Recife inaugura seu novo Complexo Hospitalar na Ilha do Leite, equipado com 200 leitos, estrutura para cirurgias robóticas e transplantes de medula óssea(foto: Unimed/ Divulgação)

Presença nacional

Os números positivos reforçam um marco histórico para o Sistema Unimed. Originada na cidade de Santos, em 1967, a rede de cooperativas médicas iniciou sua expansão pelo país há exatos 50 anos, impulsionada por um projeto da Associação Médica Brasileira e suas federadas. Como são organizações de base local, as cooperativas contribuíram para fixar médicos mesmo em pequenas cidades e dar viabilidade financeira aos sistemas de saúde regionais. Com efeito, atualmente, as Unimeds cobrem 86% dos municípios brasileiros, em todos os estados.

“Nesses 50 anos, o maior legado do Sistema Unimed é ter contribuído para interiorizar uma atenção à saúde de qualidade no Brasil. Nossas cooperativas impactam diretamente o desenvolvimento econômico e social do entorno, gerando empregos, mobilizando a cadeia de serviços e aportando tecnologia”, analisa Omar Abujamra. “Nossa qualidade médica, a capilaridade do nosso sistema e o contato próximo e direto com as comunidades onde atuamos são, hoje, diferenciais imbatíveis da Unimed”, completa.

O conhecimento da realidade de saúde local se mostrou ainda mais relevante no contexto da pandemia, segundo Omar, para que cada Unimed identificasse as necessidades e tivesse um plano de ação adequado – em muitos casos, integrado em parcerias com os municípios. Além de manter os investimentos planejados, o sistema respondeu à crise com ações emergenciais, em mais de 550 iniciativas para adequação da rede de atendimento. Levantamento feito com 119 cooperativas, que assistem juntas 12 milhões de clientes, aponta que, desde o início da pandemia, foram contratados mais 13 mil profissionais de saúde para reforçar a linha de frente.

Uma importante inovação foi a adoção dos sistemas de telemedicina, inclusive com treinamento para os médicos em parceria com a Associação Paulista de Medicina. Também houve uma expansão de 58% na capacidade de leitos de UTI já instalados, a abertura de 12 hospitais de campanha nos momentos mais críticos e a criação de centros de cuidados especializados para acompanhar os pacientes com consequências físicas e emocionais pós-Covid.

Investimento social

A conexão local também se reflete nos projetos socioambientais. De acordo com o Balanço Social da organização, em 2020, o Sistema Unimed investiu R$ 85 milhões em projetos externos, voltados a meio ambiente, voluntariado, saúde, educação, capacitação profissional, esportes, cultura, lazer e ações sociais, beneficiando 9,9 mil entidades em todo o Brasil. Na esteira da crise econômica, só as iniciativas assistenciais e de ajuda humanitária mais que dobraram no último ano, beneficiando diretamente cerca de 1 milhão de pessoas.

Negócios complementam atuação

Unimed Curitiba doou 4 mil equipamentos de proteção individual (EPIs) para sete hospitais da capital paranaense e região metropolitana
Unimed Curitiba doou 4 mil equipamentos de proteção individual (EPIs) para sete hospitais da capital paranaense e região metropolitana(foto: RODOLFO BUHRER)

Uma das forças do setor de saúde brasileiro, nos últimos 30 anos, a Unimed ingressou em novos segmentos de negócios que reforçam sua atuação diferenciada. “Segundo a Aliança Cooperativa Internacional, estamos entre os 30 maiores sistemas cooperativistas do mundo, em receitas. Na área de saúde, temos a maior experiência”, cita Omar Abujamra Junior.

Entre as operações de alcance nacional, estão a Central Nacional Unimed, com carteira de mais de 1,9 milhão de beneficiários de planos de saúde, e a Unimed Odonto, operadora de planos odontológicos com 600 mil clientes. Já a Seguros Unimed atua nos ramos de saúde, vida e previdência, seguros patrimoniais e de responsabilidade civil, além de gestão financeira por meio da InvestCoop Asset Management. O sistema conta ainda com o MultiCoop, entidade fechada de previdência complementar que atende a cooperados e colaboradores. A ampliação dos negócios e a busca por novos modelos operacionais estão na pauta da holding Unimed Participações para os próximos anos.

Para cuidar da cultura e formar quadros técnicos, médicos e dirigentes para as cooperativas, o sistema conta com a Faculdade Unimed, credenciada pelo Ministério da Educação desde 2016. Mantida por uma fundação criada há 26 anos, a instituição já formou mais de 150 mil profissionais em diferentes modelos de capacitação.

Sistema Unimed em números

18,3 milhões de clientes de planos de saúde

38% de participação na saúde suplementar

341 cooperativas médicas

86% dos municípios brasileiros cobertos

118 mil médicos cooperados

134 mil colaboradores diretos

152 hospitais próprios

2.487 hospitais credenciados

Com informações Correio Braziliense

Deixe um comentário